Como ter Sucesso no Marketing Digital

A pandemia acelerou uma série de processos e entre eles está o marketing digital, que nunca teve tanta importância como agora. Afinal são milhares de marcas de moda e serviços que existem e crescem exponencialmente e, cada uma delas, com presença marcante nas mídias sociais – Facebook, Twitter, Instagram, Pinterest e TikTok, além do e-commerce (ou participação dentro de um marketplace), sendo que muitas delas contam ainda com blogs oferecendo conteúdo variado, tudo para captar e fidelizar os consumidores. 

Quem trabalha com marketing pode atuar em várias frentes: nas mídias sociais, desenvolvendo conteúdo (texto + imagens + vídeos + infográficos); analisando dados para compreender o comportamento do cliente e poder se antecipar quanto aos seus desejos de consumo ou ainda na área de SEO – sigla em inglês para Otimização nos Mecanismos de Busca (uma forma de fazer a empresa surgir logo nos primeiros links puxados pelo Google, Bing ou Ecosia, por exemplo). Há ainda aqueles profissionais ligados aos anúncios pagos ou outros que trabalham no e-commerce. Para todos os profissionais são necessárias habilidades específicas que podem e devem ser desenvolvidas e aperfeiçoadas. 

Para vender, antes encantar o cliente

O que as marcas e serviços querem é vender, mas para tanto, devido ao tamanho do mercado e da competitividade, é preciso cada vez mais envolver o consumidor, faze-lo acreditar na marca e, se possível até participar da tomada de decisões. Isso não está tão longe assim de acontecer. Tomo como exemplo uma marca de moda essencialmente digital que há dois anos provocou suas consumidoras a dizer o que mais gostariam de vestir. Aos poucos, junto com a equipe de estilo, essas consumidoras tornaram-se parte no desenvolvimento de uma coleção cápsula que, claro, teve todo o estoque produzido vendido em questão de horas. A empresa OUVIU suas clientes. Isso é fundamental. Ter conhecimento do que seu público alvo quer, gosta e se antecipar e produzir algo que nem ele mesmo sabia que desejava. 

Uma marca de sucesso entende a jornada do consumidor e faz dessa jornada uma experiência incrível. É importante que essa marca funcione maravilhosamente bem seja no aplicativo, no site ou nas mídias sociais. Para tanto, tudo deve conversar entre si. Da página no Instagram ao site, desde à loja física (caso haja uma loja física), tudo deve estar muito bem amarrado. Além disso, a marca deve ter uma logística impecável (de que adianta anúncios conversarem entre si se o cliente efetivar a compra e essa não chegar rapidamente na casa dele? Ou ainda extraviar?) e um poder de resposta rápido, com soluções eficientes na devolução ou troca de produtos. E caso a marca tenha falhas nessa logística, que o marketing tenha muito cuidado na hora de responder às reclamações dos clientes, que devem se sentir acolhidos e bem tratados. 

Organização e domínio das ferramentas disponíveis

Um bom profissional de marketing digital deve dominar as ferramentas tecnológicas. Deve saber usar os softwares disponíveis no mercado como aqueles de automação de marketing ou sistemas de gestão de conteúdo, de busca e de links patrocinados. 

Outro ponto importante diz respeito à organização. Como é uma área dinâmica, que muda rapidamente, o profissional, além de estar atento a tudo, costuma ter uma série de tarefas e prazos apertados. Daí a necessidade de se organizar e fazer planejamentos reais (levando em consideração o tempo necessário para implantações de mudanças de rumo, por exemplo) e cumprir rigorosamente os prazos. 

Ao desenvolver os anúncios deve criar narrativas interessantes, que captem o público. É o famoso storytelling. Deve saber escrever muito bem, conseguindo em poucas frases sintetizar os sentimentos e emoções envolvidos. Deve dominar todas as informações sobre os produtos para poder descreve-los melhor, se for o caso. Precisa saber analisar os dados e deles retirar quais os próximos passos a se seguir. E mais do que nunca, estar antenado, captando também os movimentos de seus concorrentes. 

Uma base sólida é a formação. Buscar boas faculdades e escolas é ideal, mas não parar por aí. Estar sempre se incentivando a fazer novos cursos, a ter novas visões, ampliando o horizonte. Que, de acordo com o universo digital, é infinito. 

Por: Marta De Divitiis

Autor

Compartilhe